A divisa

Quem nunca teve um puta tesão com um contato das redes sociais?

Eu confesso, sempre tenho!

As vezes só ficamos nos nudes e nunca dão em nada. Quem nunca?

Mas houve uma madrugada que estava com um tesão maldito, e o cara também estava.

Como integrantes de um grupo fechado e restrito numa das redes sociais, começamos a conversar por inbox, daí sabe como é, madrugada, ambos solitários, conversamos muito, até rolar o clima.

Raramente vou até o lugar onde o cara mora, pois não sou assim, tenho preguiça disso. Este cara fica a 200km distante da minha cidade.

Era por volta das 01:30h decidimos nos encontrar, num posto conhecido que ficava no meio da divisa das cidades tal.

Aquele medo, o desconhecido, estava ficando muito louca.

Dou uma checada, termino um certo trabalho com a gilete no banheiro, e coloco o vestido longo preto básico e parto para a estrada.

Com o som desligado, apenas a lua como companhia da estrada quase vazia, que tinha ainda uns caminhões no caminho, sigo. GPS apenas mostrando eu a solidão para o destino.

Relembrando a conversa, criando as expectativas, de como seria pessoalmente, se era tudo isso, alimentando assim o meu desejo de ter dentro de mim, me bombando com tudo.

Quando menos esperava, cheguei no posto, entro na parte do estacionamento que combinamos, deixo o meu carro em frente a loja de conveniência, e entro, para pelo menos comprar um café.

Saio e ele está lá, parado ao lado do carro estacionado em meio aos caminhões, com calça jeans e um casaco preto, dou um sorriso e vou em direção.

Nos abraçamos, e sentimos aquele clima ainda, o tesão contido. O carro dele é uma S.U.V, abrindo a porta do passageiro, ele entra e eu entro em seguida.

Espaço interno alto e espaçoso, sinto confortável, e sento em seu colo, e começamos a nos beijar.

Uma delícia de beijo, raramente beijo, mas este estava delicioso, eu sentindo o pau dele endurecendo, ele levanta a minha saia, expondo um pouco da minha bunda, passando a mão na minha calcinha preta rendada.

Pele branca, que marca fácil, me morde no pescoço, sentindo suas mãos agarrando minhas costas e descendo novamente na bunda, me dando um tapa bem firme, forte, que chego até dar um gemido tímido.

No meio do beijo intenso, ele segura meus cabelos, e minhas mãos já começa a soltar o cinto, sentir a cueca, e tirar o pau pra fora.

Ajoelho no assoalho do carro, e começo a chupar, como ele nunca foi chupado em uma madrugada qualquer, como esta. Sou um tanto gulosa, me concentrando apenas no prazer dele.

Sensação de ser a puta, me dá um tesão do caralho, nesta hora minha calcinha já estava encharcada, eu queria ser dele naquele momento mesmo.

Me puxando novamente pelos cabelos, me aproximo, e começo a roçar a minha calcinha sobre o pênis dele, adoro cavalgar deste jeito, apenas sentindo ele duro sem penetrar.

Jogando a minha cabeça para trás, cabelos bagunçados, ele tira meus seios pra fora, para morder e beija-los.Com o meu gingado, meu rebolado, ele fica mais louco, isso sem penetrar.

Não consigo transar sem camisinha, mas neste momento foi, algo louco, suicida, mas fizemos.

A calcinha foi afastada para o lado, e sentei loucamente no pau dele.

Não contive os meus gemidos,até gritei, eu gozando feito louca no pau dele, molhando como se fosse uma cachoeira.

A sensação de estar sendo dele, escolhida dele naquela noite, no meio de um estacionamento, entre caminhões (vai saber se tinha algum caminhoneiro dentro do caminhão dormindo ou nos ouvindo), me fez gozar mais, a vadia dentro de mim pedia mais.

Jogando o meu corpo para trás, ele vê meus seios balançando, enquanto cavalgo, vantagens dos seios grandes é esta, sentir muito poderosa na hora da cavalgada.

Apertando os bicos dos meus seios, volto para o momento, o meu corpo era dele.

O beijo mais forte, sinto o pau dele inchar dentro de mim, ele joga a cabeça para trás e gozamos juntos.

Foi uma das melhores fodas imprudentes que já tive, e dentro do limite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s